Exoarqueologia, Exobiologia, Exopolitica, Vida Fora da Terra

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Os Processos de Ascensão Parte I


Por Juan Valdes
Quando nos situamos aqui na Terra ou “aterramos” como falam alguns, começamos a ter uma oportunidade de iniciar ou continuar em um processo de ascensão. Uma forma “fácil” de aterrar é você se sentir como uma arvore e sentir que suas raízes vão à profundidade e pegam a energia necessária para sua sustentação. O planeta Terra e sua energia nos ajuda neste propósito muitas vezes esquecido. É claro e absoluto que este processo não tem nada a ver com religião ou crença de nem uma espécie. Si eu for um atleta, terei que me preparar e praticar para atingir determinadas metas ou vencer tempos já estabelecidos por outros. Isto não tem a ver com religião ou crença, tem a ver com propósitos definidos. Eu sei onde quero chegar ou pelo menos sei que quero sair do estado em que me encontro. Assim também, o processo de ascensão é próprio do ser humano. Mesmo que tenhamos que olhar o que já foi colocado pelos antigos sobre isto, não significa que agora (2017) o processo vai ser o mesmo.

A Ascensão é um processo pelo qual o ser humano (alma) viaja através de um universo multidimensional e para que isto aconteça, ele tem que alcançar determinados propósitos aqui na Terra, que tem a ver com consciência (do “cognos”=conhecimento). Ou seja, temos que saber primeiro onde estamos, por isso o “aterramento” que falei no inicio. E tem a ver também com o estado interno alcançado durante a estadia na Terra. Não tem a ver si eu sou bom ou ruim, tem a ver com energia, somente com energia. Muitas coisas foram colocadas para o ser humano para que não percebesse que tudo isto funciona assim. As leis naturais do planeta foram transformadas em ferramentas para nos manter mais tempo presos a um estado de energia.

O processo de Ascensão é um processo de transformação de energia através da ativação de processos próprios do ser humano mais que hoje se encontram, geralmente, adormecidos. 

Existe um ajuste fino da energia que terá que acontecer quando a pessoa está realmente com um propósito de vida maior. Não significa que a pessoa tem que abandonar o sistema ou se achar diferente dos outros, ao contrario, o sistema nos ajuda a nos vigiar e a transformar nossa energia através de um controle total sobre nossas emoções, também isto não significa que vou me transformar em um ser sem emoções, significa que levarei minhas emoções a um nível sagrado (para mim) onde elas serão sublimadas, em um trabalho de alquimia interna, muitas vezes mencionado nos antigos escritos dos viajantes intemporais que já passaram por isso. Mas isto é uma realidade pura, ou seja, na medida em que alcanço novos níveis de energia, eu mesmo poderei sentir isso, não preciso de gurus nem de nada que não seja eu mesmo.

Nos, seres humanos, temos um indicador interno que nos diz si estamos em algum extremo perigoso, existe o caminho do meio, onde tudo é “normal” e nos dá uma relativa segurança.

Sua parte externa (corpo físico) tem que estar em harmonia com a sua parte interna (corpo espiritual) essa é a base, o inicio. Isto se consegue através da meditação e de propósitos definidos. Estes processos não são mentais. O dialogo interno interminável deve desaparecer agregando à meditação a respiração consciente. Esta respiração é uma respiração normal onde você agrega sua consciência, ou seja, você focaliza sua atenção na própria respiração, se fazendo consciente de isto e fazendo consciente seus 3 trilhões de células de seu micro universo.

Resumindo temos: Aterramento, Meditação e Respiração...
Outras infinidades de aspectos influem em todo este processo como DNA, idade sideral etc. que estaremos incluindo nas postagens. Mas o processo em geral é de uma simplicidade total. O ser humano é um ser Divino, com Consciência Cósmica e muito Amor no seu Coração...



Share:

Translate this site

Google+ Badge

Total de visualizações de página

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *